Tenho o privilégio de ter um pai e uma mãe muito presentes na minha vida e embora ouça muitas vezes a minha mãe dizer: ” O teu pai quase nunca foi uma consulta quando estava grávida de ti”, ” o teu pai nunca mudou uma fralda”, etc, sempre estiveram ambos comigo quando precisei.

O meu cérebro não se lembra se “vi” o meu pai quando estava na barriga da minha mãe mas o meu coração senti-o perto. O meu pai esteve presente em todas as minhas festas da escola, nas competições de natação, nas audições de órgão, festas de finalistas, casamento… E principalmente em momentos de crises existenciais, de dúvidas, de medos, de saúde e doença.

Hoje é avô de 4 netos e mesmo sendo esta uma experiência repetida para ele, vive cada momento da minha gravidez da forma mais carinhosa e companheira possível, acompanhando a filha caçula em todas as etapas. Parece que está grávido comigo, e é tão bom!

É um avô muito presente, muda fralda dos netos, tem uma paciência inesgotável com todos, faz aquelas figurinhas mais tristes, mas ao mesmo tempo mais adoráveis do mundo. Tenho a certeza que será igual com o Little G, com uma paciência infinita e um amor incondicional!

Esta não é uma data especial, não é seu aniversário, não é dia dos pais, nem dia do avô… Mas há que valorizar quem nos faz sentir especial todos os dias.
IMG_20170319_111537 (1)

2014-07-23 01.04.14

sem nome

Escrito por: Rafaela Gouveia

Deixe um comentário:

(optional field)

Nenhum comentário.